Raças

Esporte


Water Spaniel Americano

a
Na água, o Water Spaniel Americano usa a cauda como leme. Na terra, à vontade em qualquer tipo de terreno, persegue e recolhe com facilidade caça de pequeno porte. Provável cruzamento do Old English Water Spaniel com o Retriever Pêlo Crespo , sua forma atual desenvolveu-se principalmente na região centro-oeste dos Estados Unidos.O pêlo crespo e compacto, o faro apurado e a personalidade ativa caracterizam a raça. Embora seja hoje usado principalmente como cão de caça, sua índole dócil e cativante permite que se adapte a várias condições.




Brittany
aa


Provavelmente você já ouviu falar da Grã-Bretanha, mas e da Bretanha? O Brittany, de pêlo branco e amarelo-escuro, deve seu à Bretanha, região da França de onde provavelmente é originário. Embora pinturas do século XVII mostrem cães de aparência semelhante, o Brittany apareceu definitivamente por volta de 1850.Em 1907, "Boy" foi o primeiro cão Brittany a ser registrado e, desde então, a popularidade da raça vem sempre crescendo. É um cão forte, rápido, vivaz e leal. Dono de um faro excepcional, é excelente caçador e um animal doméstico muito esperto.


 





Chesapeake Bay Retriever

aaa


O Chesapeake Bay Retriever, um dos mais competentes cães nadadores de hoje, descende de ancestrais que quase se afogaram! Em 1807, dois filhotes da raça Terra-Nova, "Canton" e "Sailor", foram resgatados de um naufrágio perto de Maryland. Mais tarde, esses sobreviventes foram cruzados com cães Retrievers, inclusive com o Retriever Pêlo Crespo e, por volta de 1880, surgiu uma raça determinada.Hoje, esse cão se sobressai na água, tolerando temperaturas extremamente baixas. Tem pêlo grosso e oleoso, patas providas de membranas e é hábil em recolher caça aquática. Seu grande porte, peito forte e incomuns olhos amarelados chamam a atenção.





Clumber Spaniel

aaaa

Como o Clumber Spaniel difere dos outros Spaniels, talvez sua origem nunca seja determinada com precisão. O corpo baixo, longo e pesado, é parecido com o do Basset Hound, enquanto a cabeça lembra o Spaniel Alpino.Em meados do século XVIII, o Duque de Noailles criava cães desse tipos e, por segurança, mandou-os para a Inglaterra na época da revolução. Foram abrigados nos canis de Clumber Park, de onde deriva seu nome. Os nobres ingleses, como o Príncipe Albert e Edward VII, apreciavam essa raça. No campo, a corrida desse cão é pausada e firme; como animal doméstico, é um companheiro meigo e agradável.

 



 Cocker Spaniel (Americano)

aaaaa
Conforme foi evoluindo, o Cocker Spaniel (Americano) cruzou várias vezes o Oceano Atlântico. Em 1880, o Cocker Spaniel Inglês chegou à América e passou a constituir uma raça distinta. Devido à índole vivaz e amigável desse cão, a popularidade da raça cresceu rapidamente. Há alguns anos, a versão americana foi reintroduzida na Europa.O Cocker Spaniel está entre os cães de menor porte; gosta da água e de brincadeiras ao ar livre. Muitos são hoje criados como afetuosos animais de estimação e como cães para exposições. Cuidado com os movimentos entusiastas que esse cão faz com a cauda!





 


Retriever Pêlo Crespo

aaaaaa


O Retriever Pêlo Crespo adora a água e é geralmente encontrado nas regiões lacustres e à beira-mar. Sua história não é conhecida, mas muitos acham que ele tem parentesco com o Poodle, o Water Spaniel e o St. John Terra Nova, hoje extinto. Apesar do mistério, esse cão sem dúvida pertence a uma das mais antigas raças de Retrievers.Como muitos cães de caça, tem um pêlo grosso e recolhe aves aquáticas com a boca. Embora raro em muitos países, é excelente guarda, companheiro fiel e um tranqüilo animal doméstico.





 


Cocker Spaniel Inglês
aaaaaaaa
Que país vem à mente com a palavra "spaniel"? Apesar do nome, o Cocker Spaniel Inglês foi trazido da Espanha, no século XIV. Os desenvolvimentos modernos da raça ocorreram mais tarde, na Inglaterra. Provavelmente, o uso desse cão na caça à galinhola, ave muito apreciada antigamente, deu origem ao nome "Cocker".Essa raça foi desenvolvida ao mesmo tempo que o Springer Spaniel, o que mais tarde deu origem à linhagem do Cocker Spaniel Americano. O pedigree desse cão foi estabelecido em 1941. É um animal dono de grande energia e adora a vida ao ar livre.





Setter Inglês

aaaaaaaaaa

Em anos atrás, o Setter Inglês era treinado para trabalhar como caçador de aves. Uma combinação do Pointer Espanhol, do Water Spaniel e do Springer Spaniel, é excelente para localizar e amarrar a caça. Edward Laverack foi o responsável pelo desenvolvimento dessa raça, iniciado nos primeiros anos do século XIX. O Setter Inglês é dócil e tem aspecto aristocrático. Adora exercícios ao ar livre.O Count Noble ainda é o Setter Inglês mais famoso, conhecido por suas excelentes qualidades como cão de treinamento em campo. O Museu Carnegie, em Pittsburgh, exibe o corpo empalhado de um desses cães, freqüentemente visitado por caçadores.




Springer Spaniel Inglês

aaaaaaaaaaaaa


As funções originais do Springer Spaniel Inglês incluíam forçar pássaros e cervos a saírem de seus esconderijos. A palavra "spring" (lançar-se) denota a importância de sua função como caçador. Originariamente, esse cão tinha características semelhantes às do Cocker Spaniel Inglês. Em 1902, entretanto, o Kennel Club da Inglaterra separou as duas raças devido, principalmente, ao grande porte do Springer.Hoje é usado como cão de caça e demonstra tenacidade e obediência. Um dos Spaniels de maior porte, robusto, de pés rijos, anda com segurança em qualquer tipo de terreno. Como cão para exposições é um grande concorrente, graças ao pêlo longo e brilhante.




 

Field Spaniel

aaaaaaaaaaaaaa


O Field Spaniel é produto de uma difícil jornada evolucionária. Originalmente, o cruzamento do Cocker Galês com o Sussex Spaniel produziu um animal de porte baixo e reduzido. Mortimer Smith, entretanto, aperfeiçoou a raça, cruzando-a com o Springer e com o Cocker Spaniel. A aparência do Field Spaniel melhorou muito e hoje tem altura e comprimento praticamente iguais.O Field Spaniel continua a ser um cão devotado e dócil e tem muitas qualidades como caçador: agilidade, vigor e velocidade. Adora a água e atividades ao ar livre.


 


Retriever Pêlo Liso

a1


Muitas pessoas confundem o Retriever Pêlo Liso com o Labrador Retriever, pois esses cães são de cor e tamanho semelhantes. Entretanto, um exame cuidadoso revela claras diferenças na estrutura, pêlo e linhagem.Descendente de cães de trabalho ingleses, foi desenvolvido no final do século XIX, mas praticamente desapareceu após a 2a Guerra Mundial. Criado cuidadosamente, ressurgiu nos anos 60 e conquistou muitos admiradores na Europa, América e Inglaterra. Animal de estimação ativo e cão para exposições, é corajoso, determinado e inteligente.



 



 

Pointer Alemão Pêlo Curto

a2


Mato, terreno rochoso, chuvas e baixas temperaturas eram os desafios que o Pointer Alemão Pêlo Duro tinha de enfrentar. Assim, desenvolveu uma pelagem protetora especial: pêlos duros, rijos, com 5 cm de comprimento, que caíam retos ao longo do corpo, "barba" e enormes "sobrancelhas" que protegiam sua cara e olhos e uma camada interior de pêlos que o aqueciam durante o inverno, desprendendo-se a cada verão.Essa raça, de origem alemã, é uma combinação de várias linhagens de cães caçadores e reúne as melhores qualidades de seus ancestrais. Além do excelente faro, demonstra coragem e vigor.




 

Golden Retriever

  a3

Imagine um cão com as seguintes características: obediente, trabalhador e desejoso de agradar. Bom demais para ser verdade? Pense no Golden Retriever. Sua história começou em meados do século XIX, com Lord Tweedmouth da Inglaterra, que cruzou as raças Water Spaniel, Terra Nova, Setter Irlandês e Bloodhound. Esses cruzamentos geraram um cão de porte médio, de cor clara para média, e de fácil convívio.Hoje, esse cão é usado em várias tarefas, servindo como guia para cegos e farejador de drogas. Com bastante exercício, pode transformar-se em um excelente animal doméstico. 





Gordon Setter

a4


Um rápido olhar para o Gordon Setter explica por que antigamente era conhecido como Setter Escocês Black and Tan. O pêlo acetinado, as orelhas caídas e a cara inteligente são características da raça, que data do século XVII, quando era considerada uma das melhores para a caça. O maior e mais forte entre os Setters, tem grande energia e é capaz de trabalhar durante longos períodos de tempo.Esse animal é um bom companheiro - a cadela "Rachel" fez companhia ao famoso orador Daniel Webster, que viveu no século XIX. Hoje, esse cão tem mente aguçada, boa memória, temperamento tranqüilo e grande devoção ao dono. 





Setter Irlandês

a5


O Setter Irlandês, antes conhecido como Setter Irlandês Vermelho, é originário da Irlanda. O pêlo macio, castanho-avermelhado, tinha manchas brancas mas hoje conserva apenas uma cor. Não se sabe com certeza a origem da raça, mas talvez o Setter Inglês, o Gordon Setter, o Spaniel e o Pointer tenham contribuído para sua história genética.Apesar de seu sucesso no passado como cão para trabalho no campo, o Setter Irlandês hoje é, em geral, criado como animal doméstico, devido à sua cor atraente, porte e outras características físicas. Embora o filhote se desenvolva lentamente e precise de cuidadoso treinamento, a índole dócil desse animal o torna um bom companheiro doméstico.

 



Water Spaniel Irlandês

a6


Water Spaniel Irlandês, o mais alto de todos os Spaniels, descende de uma linhagem muito antiga. Gravuras romanas mostram cães muito parecidos com os exemplares de hoje dessa raça. Arqueólogos descobriram crânios de cães do século VIII que poderiam ter pertencido a esse tipo cão. A história da raça talvez remonte à Idade da Pedra.Como o nome indica, o Water Spaniel Irlandês adora se molhar e brincar na água durante horas. Seu pêlo encaracolado o protege da umidade, enquanto a fina cauda é totalmente desprovida de pelos. Muito leal, está sempre desejoso de agradar o dono.


 


Labrador Retriever

a7


O Labrador não é originário da região do Labrador, mas sim da Terra Nova, no Canadá, onde nadava nas águas geladas para recolher redes de pesca. Sua pelagem curta e impermeável à água evitava que o gelo se prendesse aos pêlos, enquanto o corpo musculoso e a grande tolerância à dor davam-lhe forças para completar a tarefa.Hoje, o Labrador Retriever combina as características do Labrador original e de outros Retrievers. Seu pêlo pode ser de diferentes cores. É um cão muito popular, pois desempenha tarefas de busca e resgate, serve como guia, guarda, além de ser um excelente companheiro da família.





Pointer
a8


Tente imaginar-se no ano de 1798, no meio de uma densa floresta... você está atrás de uma refeição saborosa, tendo como único aliado um cão fiel. Que animal você escolheria como companheiro? O Pointer seria, sem dúvida, uma boa escolha.No século XVII, esse cão localizava e amarrava lebres, erguendo a cauda e uma das patas dianteiras. Uma das raças mais antigas, talvez combine as características do Foxhound, Greyhound e Bloodhound, mistura que gerou um animal grande, musculoso, veloz e valente. Tem um pêlo branco e curto, com manchas marrom-escuro e temperamento moderado.





Sussex Spaniel

a9


Muito conhecido na Inglaterra, seu país nativo, o Sussex Spaniel continua desconhecido em muitas outras partes do mundo. O nome vem de Sussex, na Inglaterra, onde um único canil desenvolveu muitas das características que hoje distinguem a raça. Popular na Inglaterra há muitos anos, essa raça existe nesse país desde meados do século XIX.Embora lento na corrida em espaços abertos, o Sussex Spaniel compensa essa falha com um excelente faro e grande determinação. Robusto e de porte pequeno, tem grande habilidade para recolher caça e pássaros pequenos. O macio pêlo castanho escuro é uma característica desse cão tranqüilo e confiável.



 


Viszla

a10

Ao contrário do que ocorre com outras raças, as cicatrizes obtidas pelo cão Viszla em seu trabalho no campo não o prejudicam em exposições. Mais de mil anos atrás, esse cão viajava e caçava junto com magiares na Europa Central, e finalmente foi levado para a Hungria. Durante anos, a pureza da raça foi preservada pelos barões húngaros.Animal praticamente extinto após a 1a Guerra Mundial, alguns exemplares foram preservados, o que permitiu o ressurgimento da raça. Após a 2a Guerra Mundial, esse cão foi levado através da Europa e, mais tarde, dos Estados Unidos. Como caçador, é veloz e tem excelente faro; como animal doméstico, é um companheiro leal.


 



Weimaraner

a11Quando os membros da corte alemã de Weimar saíam em perigosas caçadas a lobos e ursos, confiavam em um determinado cão. Escolhiam o antigo ancestral do Weimaraner - valente, veloz e inteligente mistura de cães de caça e do Bloodhound. No final do século XIX, o Weimaraner passou a constituir uma raça separada e reconhecida, embora nenhum cão dessa raça tenha sido criado fora da Alemanha antes de 1930.Conhecido por seu belo pêlo cinza-prateado, esse cão de grande porte é encontrado tanto na variedade pêlo curto como pêlo longo. Desde que seja submetido a um controle firme e faça bastante exercício, pode transformar-se em um bom animal doméstico.

 





Spring Spaniel Galês

a12

Quando o homem começou a caçar com cães, provavelmente usava os ancestrais do Spring Spaniel Galês. A história da raça remonta a esse período de cooperação entre o homem e o cão, quando este se lançava em busca da caça. Entretanto, apesar de sua linhagem antiga, o Spring Spaniel Galês praticamente desapareceu durante o século XIX, quando seu pêlo branco e vermelho tornou-se menos popular que as outras cores.Felizmente, um número suficiente desses cães sobreviveu em uma região do sul do País de Gales, permitindo que, décadas mais tarde, a raça ressurgisse. Muitos adjetivos lisonjeiros servem para descrever esse cão: trabalhador, fiel, gentil e companheiro.






Pointing Griffon Pêlo Duro

a13

Durante o final do século XIX, um holandês desenvolveu uma raça totalmente nova. Possuidor de uma variedade de cães e de grandes conhecimentos sobre genética, E.K. Korthals queria criar um cão de caça inteligente e que pudesse ser usado para várias funções. A mistura do Griffon, de Setters, Spaniels, do Pointer Alemão Pêlo Curto e do Otterhound resultou em um excelente cão de porte médio e pêlo duro.Trabalhador cauteloso e nadador resistente, desde seu surgimento, o Pointing Griffon Pêlo Duro desempenha-se com sucesso na localização e busca da caça. Sua aparência despreocupada condiz com seu temperamento leal e amigável.

 






 


 

Rua Mateus Leme, 3312  São Lourenço, Curitiba-PR

telefones: 3253-6008 e 8495-3907

  Site Map