caunpunturac

ACUPUNTURA VETERINÁRIA

EM ANIMAIS DE COMPANHIA



Os primeiros relatos da Acupuntura Veterinária foram encontrados por volta de 1.600 1.100 a.C. Nesta época somente os animais que trabalhavam para a população eram tratados com esta terapia, por isso, as referências mais antigas e detalhadas eram de equinos de montaria e búfalos d'água, que trabalhavam na agricultura. Os relatos de acupuntura em cães e gatos apareceram somente em 1.826 d.C. na França.

Acupuntura é sem dúvida, uma das terapias complementares mais testada e avaliada. Para os céticos que questionam os efeitos desta popular terapia complementar, existem muitas provas científicas que demonstram sua eficácia. Esta terapia é uma arte milenar de cura, que entende o ser vivo em sua totalidade. Seus funcionamentos baseiam-se na Medicina Tradicional Chinesa, a qual compreende a doença ou enfermidade, como manifestação de um desequilíbrio. As desordens surgem e instalam-se quando o corpo não está devidamente equilibrado.

A idéia de equilíbrio ou harmonia é a chave para esta forma de tratamento.

Sua ação é através de estímulos de pontos reflexos específicos, distribuídos em todo o corpo, objetivando reverter cura e prevenir estados patológicos nos animais, principalmente através da utilização de agulhas. Além de ser uma ciência direcionada à manutenção do equilíbrio e bem-estar dos animais.

A acupuntura age sobre o sistema nervoso autônomo e sistema endócrino e seu efeito pode ser imunoestimulante, imunossupressor, analgésico e antiinflamatório.

Ao contrário do que muitos pensam a introdução das finas agulhas de acupuntura não causam dor. Existe sim a sensação da acupuntura: chamada de Qi. Esta sensação, que pode ser relatada por humanos tratados com esta terapia, é sentida como compressão, beliscos suaves, calor e ou formigamento no local que está sendo estimulado, de acordo com a sensibilidade de cada paciente.

O número de agulhas introduzidas por tratamento pode ser de 1 até 20 e o tempo de permanência destas variam de acordo com as patologias e objetivos do veterinário acupunturista podendo ser desde a simples punção e retirada, até a permanência de trinta minutos. Os animais aceitam bem a colocação das agulhas, pois não existe o conceito pré-determinado de agulha sinônimo de injeção que existe na mente dos humanos.

Com a evolução da relação construída entre os seres humanos e os animais de companhia, os cães e gatos desenvolveram uma importância inquestionável dentro do convívio familiar, a busca por métodos de terapias que possam amenizar prevenir e curar condições patológicas tem sido cada vez maior.

A acupuntura vem sendo utilizada no tratamento de cães e gatos em casos de:

 

  • Distúrbios de coluna
  • Displasia coxofemoral
  • Distúrbios de comportamentos como: hiperatividade, medo, depressão, entre outros.
  • Dores agudas e crônicas
  • Incontinência urinária e fecal
  • Desordens de fertilidade
  • Adjuvante de problemas de pele
  • Cicatrização
  • Desordens do sistema imunológico
  • Pós-operatório
  • Distúrbios gastrointestinais
  • Coadjuvantes no tratamento cardíaco
  • Neuropatias
  • Todas as formas de claudicação (manqueira)
  • Convulsões
  • Doenças geriátricas (desde que se utilize a fitoterapia em conjunto)
  • Artrites inflamatórias, metabólicas, posturais, infecciosas (após antibioticoterapia) e outras.


                                                                                             eletroacunpuntgato
                                             

                                                                                                                     eletroacunpuntura em gato










 

 

Rua Mateus Leme, 3312  São Lourenço, Curitiba-PR

telefones: 3253-6008 e 8495-3907

  Site Map